ESTREIA: Tom Apex oferece uma virada trovejante do hit atemporal 'Pure Imagination'

O renomado virtuoso do bass house alemão, Tom Apex, liderou uma carreira impressionante desde os 13 anos de idade. Desde então, ele conquistou milhões de streams, cativando um público global com sua abordagem inovadora a esse crescente gênero de dance music.

Estamos entusiasmados em estrear sua cativante versão do clássico atemporal “Pure Imagination” do filme de 1971, Willy Wonka e a Fábrica de Chocolate. Mergulhando nos reinos da nostalgia, a versão de Tom Apex, com o mesmo título, reimagina engenhosamente a melodia original, criando uma introdução fascinante que transita perfeitamente para uma obra-prima dinâmica de bass house. Com suas camadas ricas, ritmos pulsantes e elementos de sintetizador evocativos, a faixa está preparada para manter o público em alta nos meses de verão.

“Um dia me deparei com a versão original de pura imaginação enquanto navegava pelo TikTok e soube naquele momento que precisava abordar isso. Parei imediatamente tudo o que estava fazendo e comecei a trabalhar no projeto. Depois de enviar a primeira versão para um chat em grupo, Miles from Asunder me enviou um arquivo mp3 chamado “Tom” sem contexto. Acontece que ele construiu algumas ideias em torno da minha ideia inicial e eu pensei 'sim, isso é exatamente o que eu tinha imaginado para este projeto' e começamos a trabalhar. Quase um ano depois de inúmeras sessões com Miles e Habib, minha namorada Aylin gravou os vocais para esse projeto e foi assim que surgiu a 'imaginação pura'. Minha ideia inicial foi inspirada naquelas imagens nostálgicas do espaço liminar com a intenção de fazer uma música que faça você se sentir nostálgico por um tempo que você nunca teve.” – Tom Apex

Apresentando os talentos excepcionais de Asunder, Aylin Kayvan e Lucas Taucoory, “Pure Imagination” surge como uma fusão de brilho musical, cada artista infundindo a faixa com seu toque distinto, garantindo assim que esta versão permaneça tão cativante quanto sua antecessora.

Ouça abaixo!

Fuente

Leave a Comment