William Reid, do The Jesus and Mary Chain, sobre ter que regravar Glasgow Eyes do zero: Podcast

Ouça através de: Podcasts da Apple | Spotify | Podcasts da Amazon | Mais plataformas

William Reid do The Jesus and Mary Chain se junta a Kyle Meredith para falar sobre o novo LP da banda, Olhos de Glasgow. Ouça o novo episódio acima, ou onde quer que você obtenha seus podcasts.

Olhos de Glasgow chega no momento em que a banda completa 40 anos, embora esse nem sempre tenha sido o plano. Como lembra Reid, o recorde foi retrocedido depois que o engenheiro perdeu todas as gravações originais, fazendo com que The Jesus and Mary Chain tivesse que começar do zero.

“Não vou perdoar os engenheiros”, diz Reid rindo. “Nos dias de hoje, não fazer backup de gravações digitais é simplesmente absurdo. Achei que era impossível perder alguma coisa hoje em dia, porque você tem tantos discos rígidos onde pode colocar coisas. Antigamente, talvez há 25 anos, no Pro Tools, talvez isso pudesse acontecer. Mas em 2020 ou algo assim, sinto que é quase como uma sabotagem ou uma estupidez extrema.”

Compre aqui os ingressos para a Rede Jesus e Maria

Enquanto Reid reflete sobre Glasgow Olhos, a conversa se volta para suas influências, que incluem desde rock progressivo até Eagles. Para as novas músicas, no entanto, numa de suas influências aparece de forma mais explícita do que Lou Reed e The Velvet Underground – o disco ainda fecha com uma homenagem à icônica banda nova-iorquina.

Ouça William Reid falar sobre Olhos de Glasgow, o novo disco do The Jesus and Mary Chain, bem como do The Eagles e muito mais acima, ou assista à entrevista abaixo. Para se manter atualizado com todas as novidades da Kyle Meredith com… seguir na sua plataforma de podcast favorita; e fique por dentro de todas as nossas séries seguindo a Consequence Podcast Network.



Fuente

Leave a Comment